29
Jan 09

.........nas relações humanas interpessoais....porque o amor é liberdade!

O amor não é uma prisão, nem deve ser....O outro ser humano tem que ser ele próprio, ter o seu próprio espaço dentro do relacionamento, tem que crescer a partir dele próprio.....

Colocar amarras...é despertar o medo...E o medo afasta o amor..... As amarras sufocam o amor lenta e continuadamente......

A outra pessoa tem que crescer de dentro para fora e não de fora para dentro...É um processo evolutivo que subentende um espaço de reflexão, introspecção e amadurecimento....

O outro(a) é aquele qué é...ama aquilo que ama...e quer aquilo que quer......e não aquilo que queremos que ele seja ou sinta ou queira....Tem que ser ele nas suas próprias decisões e opções...

E para que isso aconteça é necessário ter um espaço para crescer...Caso contrário, contrai-se no seu próprio existir.....

Ou seja, para que um relacionamento cresca e evolua, é necessário que cada um tenha a sua própria identidade.....que partilhem tudo o que de bom há a partilhar num relacionamento, mas que sejam eles próprios sempre....

publicado por antonioramalho às 09:58
sinto-me: Feliz por existir

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16
17

18
19
20
21
23
24

26
27
28
30
31


arquivos
mais sobre mim
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.